Carrinho

Meu carrinho

0 item(ns) - R$0,00
Carrinho vazio!
Departamentos

Francis Bacon - Da Proficiência e o Avanço do Conhecimento Divino e Humano

Francis Bacon - Da Proficiência e o Avanço do Conhecimento Divino e Humano
R$32,90
Qtd:  
Autor: Francis Bacon
Modelo: Livros
Pontos pela Compra: 33
Pontos necessários para comprar: 3290
Disponibilidade: Em Estoque
Comentar

Descrição

Escrito pelo célebre filósofo inglês, estabelecia as bases para uma reforma radical do conhecimento, tendo como objetivo o progresso social. A obra mapeia o estado da ciência da época e aponta obstáculos que precisavam ser removidos para garantir seu avanço.

Bacon aponta o poder de intervenção na Natureza para explorar suas possibilidades como o melhor caminho para o desenvolvimento. Na época, o conhecimento não era considerado algo que progredisse com o passar do tempo. Acreditava-se que aquilo que existia para ser conhecido já havia sido escrito pelos autores clássicos da Antiguidade.

Com base na história do desenvolvimento técnico, ele defendeu a idéia de que o avanço do conhecimento científico depende do desenvolvimento de instrumentos e da conjunção de esforços e colaboração de diferentes grupos de trabalho.

Neste livro, Bacon mostra a condição do conhecimento da época, apontando as barreiras e algumas formas de removê-las. Para ele, conhecer implicava alcançar melhores condições de vida para a sociedade, ou seja, o inconformismo com as circunstâncias do momento levaria a sociedade a superar obstáculos, partindo do desenvolvimento das artes de manipular a Natureza.

O alvo do conhecimento deveria ser o poder de intervenção nela, para explorar possibilidades de uso ainda desconhecidas.

Francis Bacon nasceu em Londres, em 22 de janeiro de 1561. Entrou para o Trinity College, em Cambridge, em 1573, aos 12 anos, e ali estudou por três anos as ciências em voga na época. Em 1576, entrou na Gray's Inn, para aprender jurisprudência, assistindo advogados experientes. Formou-se em Direito em 1582. Em 1584, com 23 anos, tornou-se membro do Parlamento por Melcombe Regis em Dorset. Em 1591, foi nomeado conselheiro da rainha Elizabeth. Em 1593, ganhou assento no Parlamento por Middlesex e, por sua atuação, foi convidado para ser Conselheiro da Coroa.

Sua primeira obra foi Essayes, publicada em 1597. Depois da morte da rainha, ele foi efetivado como membro do conselho de sábios, em meados de 1960, e teve assento no primeiro Parlamento do novo reinado, nos debates de sua primeira sessão. Em 1617, Bacon foi nomeado Guardião do Selo Real, o mesmo cargo que fora uma vez exercido por seu pai. Em janeiro do ano seguinte, foi nomeado Lorde Chanceler (Lord High Chancellor) e recebeu o título de barão de Verulam. Em 1621, passou a visconde de St. Albans.

Sua ascensão ao mais alto cargo do reino deveu-se, ao que parece, parte a seu brilhante desempenho na corte e parte a sua amizade com George Villiers, favorito do rei e que depois foi duque de Buckingham. Em suas investigações, ocupou-se especialmente com a metodologia científica e com o empirismo. É, muitas vezes, chamado de fundador da Ciência Moderna. Sua principal obra filosófica é o Novum Organum.

Francis Bacon foi um dos mais conhecidos e influentes rosa-cruzes e também alquimista, tendo ocupado o posto mais elevado de uma ordem rosa-cruz.

Afirmam, certas tradições iniciáticas, que Bacon foi uma das encarnações do misterioso mestre Conde de Saint Germain.

Autor: Francis Bacon
256 págs.
16 x 23 cm
ISBN: 8537001104

Imagens adicionais

Francis Bacon - Da Proficiência e o Avanço do Conhecimento Divino e Humano

Comentários

Deixe seu comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Continuar comprando