Kundalini Yoga

  • R$29,00
  • Pontos necessários: 2900
  • Marca: Samael Aun Weor
  • Modelo: Livros
  • Pontos: 29
  • Disponibilidade: Em estoque

Este pequeno livreto é um tratado simples, claro, didático e objetivo sobre como despertar nossa Mãe Divina, conhecida no Oriente como Dévi Kundalini Shakti, uma expressão ou Parte do Ser Divino que radica no mais profundo de nossa Alma. Como o próprio autor afirma, este é um guia do verdadeiro Yoga para a nova Era de Aquário, que, segundo os gnósticos, iniciou-se cosmicamente no dia ..

Etiquetas: kundalini, yoga, ioga, samael, aun, weor, alquimia, gnose, gnosis, magia, sexual, tantra, tantrismo, idade, media, sexo, sexualidade, grande, arcano, ego, corpos, solares, transmutacao

Este pequeno livreto é um tratado simples, claro, didático e objetivo sobre como despertar nossa Mãe Divina, conhecida no Oriente como Dévi Kundalini Shakti, uma expressão ou Parte do Ser Divino que radica no mais profundo de nossa Alma.

Como o próprio autor afirma, este é um guia do verdadeiro Yoga para a nova Era de Aquário, que, segundo os gnósticos, iniciou-se cosmicamente no dia 4 de fevereiro de 1962 e já se faz sentir nos campos da Liberdade, da Descomplicação, da Ciência e Tecnologia, da Eletrônica avançada e principalmente da União entre Mística e Ciência Superior. Um exemplo claríssimo é o avanço da internet de forma avassaladora, de forma nunca antes imaginada.

Na Nova Era de Aquário, tudo tende a ser descomplicado, claro, objetivo, porém sem perder a mística devocional, que é eterna e perene, pois adorar o Eterno é para todo o sempre.

Yoga, como se sabe, significa União com Deus. E o Avatar Samael Aun Weor enfatiza a necessidade de adorarmos a Deus em seu aspecto Materno, "feminino".

Nesta obra, imperdível, o autor explica o que é a Kundalini e suas diversas manifestações, tanto externamente - no Cosmo e na Natureza - quanto no próprio interior do ser humano. Também explica as técnicas (mágicas e psicológicas) capazes de despertar essa Potência Divina, podendo nos transformar, segundo dizeres de Samael, em "Deuses terrivelmente divinos".

Autor: Samael Aun Weor
108 págs.
15 x 21 cm

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.